Sofia Martins

A CDU entregou esta manhã as listas de candidatos a todos os órgãos autárquicos do Concelho do Barreiro para as eleições autárquicas de 2017.

Apesar da reorganização administrativa dos tribunais, que fez com que o Tribunal do Barreiro perdesse, contra a opinião da CDU e do município, entre outras valências os juízos cíveis, fizemos questão de simbolicamente reunir candidatos e activistas à porta do Tribunal do Barreiro na manhã da entrega das suas listas.

As listas da CDU, na diversidade da sua composição social e etária, são constituídas por mulheres e homens representantes das mais diversas e qualificadas profissões, actividades e formação, abrangendo toda a área geográfica do Concelho, de que destacamos um número significativo de mulheres (82) e de uma importante presença de independentes (41) que representam, respectivamente, 45,6% e 22,8 % do total de candidatos.

O número significativo de mulheres, muito acima daquilo a que a lei obriga, reafirma a visão que a CDU tem sobre o papel das mulheres na vida nacional, demonstrando que a participação das mulheres na vida política não se define por imposição de quotas, e tem tanto mais significado quando quatro dos seis cabeças de lista são mulheres